Hotel Serra da Estrela: confira todos os procedimentos de segurança implementados pelo hotel durante a pandemia

Funcionários receberam treinamento e participaram de simulações práticas

Já faz quase um mês que a Prefeitura de Campos do Jordão liberou a abertura da rede hoteleira da cidade. Localizado no coração do centro turístico Vila Capivari, o Hotel Serra da Estrela já voltou a receber seus hóspedes – com medidas rigorosas de segurança.

Preocupado em garantir a saúde e a segurança de quem se hospeda e de seus colaboradores, o empreendimento fez uma série de mudanças em seus protocolos de limpeza, fluxo de pessoas e nos serviços de quarto. Além destas alterações, o hotel treinou intensamente os funcionários e implantou medidas específicas para manter o local, os funcionários e os hóspedes protegidos do coronavírus.

“Realizamos um trabalho de conscientização dos colaboradores sobre a importância da higiene pessoal e as medidas de prevenção diante ameaças de pandemias. Em seguida, seguimos para a parte específica de cada área e aplicamos simulações de possíveis situações que eles poderiam encontrar no dia a dia”, explicou Fernando Oliveira, da Entre! Hospitalidade, responsável pelo treinamento junto com Conceição Novaes, da MC Governança.

Todas as superfícies de áreas comuns são desinfectadas constantemente com produtos altamente eficazes e os colaboradores do hotel usam todos os equipamentos de proteção individual (EPIs), além de terem disponível a todo tempo sabonete líquido bactericida, álcool 70%, máscaras e luvas.

Para a diretora do hotel, Denise Bernardino, os gastos com treinamento e todas as medidas de sanitização são na verdade investimento. “Os cuidados que tomamos são para a proteção de todos e garantem tranquilidade tanto para hóspedes quanto para funcionários. Não teríamos como reabrir sem pensar no bem estar de cada pessoa que recebemos em nossos ambientes”, destacou.

Execução e avaliação

As referências para as adequações dos procedimentos do hotel e no restaurante são pautadas em determinações de órgãos competentes como a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), a ABG (Associação Brasileira de Governantas), a ABIH (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis), o Ministério do Turismo e também da prestigiada faculdade de hotelaria e gastronomia do Senac São Paulo e do Sebrae.

Para acompanhar a execução das medidas de sanitização, o hotel formou um Comitê de Prevenção que acompanha diariamente as atividades e orienta ajustes quando necessário. Outra forma de medir é a partir das considerações feitas na avaliação de satisfação do cliente.

“Eu sinto que o hóspedes estão bem tranquilos quanto aos procedimentos de segurança. Tivemos bons feedbacks, elogios e até comentários no site da Booking dizendo que estamos muito preparados”, explicou a coordenadora de reservas, Priscilla Reis Costa.

Limpeza dos quartos

Os quartos, que já eram rigorosamente higienizados, agora também passam por minuciosa desinfecção e após ser limpo ninguém mais entra no recinto até os novos hóspedes se instalarem. Todos os itens de decoração que não poderiam ser higienizados a cada check-out foram retirados das suítes porque absolutamente tudo é limpo antes da entrada do novo visitante.

Uma outra preocupação foi estabelecer a ocupação reduzida de quartos. Com isso, os corredores e áreas comuns ficarão bem livres e arejadas com as janelas abertas. As toalhas e os lençóis são lavados a uma temperatura elevadíssima, ação complementar de higienização para matar vírus, bactérias e fungos e evitar transmissões.

Alimentação e lazer

As louças e talheres são esterilizados com sabão potente e altas temperaturas. O café da manhã agora é montado na mesa correspondente de cada quarto e não mais no formato de buffet. As mesas mantêm uma distância de dois metros e açúcares e adoçantes serão disponibilizados em sachês para evitar o compartilhamento de utensílios.

As áreas de lazer do hotel ainda não podem funcionar (piscinas, o spa, a academia e a brinquedoteca) – essa medida tem como objetivo evitar a aglomeração e manter o distanciamento seguro entre os hóspedes.

Outros cuidados especiais

Uma outra medida implantada, e super importante, foi suspender o serviço de manobrista. Então, ao chegar no hotel, o próprio hóspede estaciona o veículo evitando que outras pessoas tenham contato com volante, marcha e maçanetas do carro.