Azul retoma operações em mais cinco cidades brasileiras; confira os destinos

Com o início da retomada gradual e segura do serviço aéreo no país, a Azul acaba de anunciar a oferta de até 407 voos por dia para 88 destinos no Brasil e no exterior a partir de setembro. A malha planejada para este mês alcança 45% da capacidade operada pela empresa antes da pandemia e representa um crescimento de 570% na malha de 70 voos que foi operada em abril, no momento mais crítico da crise.

No dia 1º de setembro, a retomada aconteceu na cidade de Carajás, seguida pela cidade de Imperatriz, no dia 2. Em seguida,  as cidades que voltam a ser conectadas com toda a malha doméstica e internacional da Azul, estão: Barreiras (9), Cascavel e Rio Verde (14).

O retorno da empresa a essas bases se soma à adição de frequências e ao início de novos mercados que serão operados pela companhia a partir do próximo mês. Belo Horizonte, além de contar com ligações para Barreiras e Carajás, terá uma nova rota para Fortaleza e mais voos para Belém, Congonhas, Vitória, Uberlândia e Campinas. Já a capital pernambucana, outro importante centro de conexões da empresa no país, terá operações reforçadas para Congonhas, Santos Dumont, Fortaleza, Salvador e Natal.

O aeroporto de Viracopos, em Campinas, será ligado com Cascavel, Rio Verde e Maceió, assim como receberá mais ligações para Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Presidente Prudente, Vitória, Cuiabá, Joinville, São Luís, Teresina, Juiz de Fora, Uberlândia, Petrolina, Maringá, Campo Grande, Curitiba, Santos Dumont, Porto Alegre e Belo Horizonte. Outra novidade será a retomada dos voos com o ATR 72-600 no mercado Campinas-Marília.

A malha de setembro da Azul também trará novos voos de Belém para São Luís e Macapá, além da retomada das ligações entre Florianópolis e Porto Alegre. Seguindo os protocolos e medidas de higiene estabelecidos pela empresa desde o início da pandemia, os novos voos já estão sendo comercializados em todos os canais oficiais da Azul.

“Estamos dando mais um passo para retomar o fluxo de nossas operações no país, reconectando cidades regionais e proporcionando a opção do modal aéreo. Na malha de setembro, voltaremos a conectar cinco destinos brasileiros. Também estamos fazendo um movimento de fortalecer as opções de conexões a partir de nossas principais bases para trazer mais conveniência e conectividade aos nossos clientes”, explicou Vitor Silva, gerente de planejamento de malha da Azul.

O novo padrão de limpeza e segurança da Azul

A Azul reforçou a limpeza de suas aeronaves a cada voo e à noite, seguindo os protocolos sugeridos pela IATA. A companhia tem orientado o check-in pelo aplicativo da companhia e, para aqueles que precisam despachar a bagagem, sugere o uso dos balcões de autoatendimento.

A companhia também tem utilizado descontaminantes bactericidas que contam com um princípio ativo que elimina o vírus da Covid-19 em 99,99% dos casos. Com o produto e a limpeza dupla nos assentos, mesinhas, bolsão, banheiros, encosto de cabeça, cinto de segurança, janela, paredes e compartimentos, a Azul vem atendendo todas as normas de procedimento de limpeza e desinfecção sugeridas pela Anvisa.

O serviço de bordo passou a ser realizado ao final do voo, garantindo o uso da máscara durante toda a viagem, e o desembarque agora é realizado por fileiras, evitando as costumeiras aglomerações no corredor no momento de saída da aeronave. A bordo da aeronave, kits com luvas, álcool em gel e lenço umedecido estão à disposição para uso dos clientes e dos tripulantes da Azul quando necessário.