Outono em Bariloche: conheça 7 atrativos da cidade argentina

Visitar Bariloche no outono é uma experiência imperdível. A época é linda para conhecer a cidade, descobrir a beleza de seu do pôr do sol e a vasta gama de cores que apresentam seus bosques: montanhas na cor de marrom e amarelo repletas de árvores com folhas avermelhadas, como as Lengas e Álamos. E, assim como nas outras estações, o que nao falta são atividades para fazer em mais essa estação.

Percorrer o Circuito Chico, chegar à base do Monte Catedral, visitar o bar de gelo e estar em contato com a natureza são algumas das atividades que devem fazer parte do roteiro de quem chega a Bariloche entre os meses de março e junho. A estação começa, exatamente, no dia 20 de março, e marca o início da queda das temperaturas na cidade.

Festival do Chocolate

Para celebrar a Semana Santa e a Páscoa, a cidade sedia o Festival do Chocolate, que acontece de 18 a 21 de abril. Fora do festival, a cidade abriga diversas chocolaterias em uma única rua: a Calle Mitre. É por lá que os visitantes se deliciam com essa iguaria, que é uma das especialidades da região.

Circuito Chico

Um passeio completo para conhecer Bariloche de uma ponta a outra é o Circuito Chico. O roteiro começa no centro da cidade, seguindo pela margem sul do lago Nahuel Huapi, avançando pela avenida Bustillo. O circuito segue para a península Llao Llao, passa pela Villa Tacul, depois pelo Lago Moreno.

Há 17km do centro da cidade, o Circuito Chico passa pelo monte Campanário, um dos mirantes mais lindos com vista privilegiada da cidade toda. No caminho do circuito, existem várias casas de chá muito charmosas e aconchegantes, onde é possível fazer uma parada para se aquecer a admirar a paisagem local.

Bar de Gelo

Já para quem quer se preparar para o inverno, mesmo antes da estação, pode dar uma passadinha no Bar de Gelo em Bariloche, outro ponto turístico muito requisitado para quem busca uma experiência sensorial. Construído todo em gelo, o atrativo proporciona ao visitante uma temperatura em média 10 graus negativos.

Ilha Victoria e Bosque de Arrayanes

Para quem gosta de natureza, a Ilha Victoria e o Bosque de Arrayanes são uma boa opção para conhecer. Considerado um dos passeios mais lindos da região, o turista pode embarcar em um catamarã e navegar pelas águas calmas do lago Nahuel Huapi.

Com paisagens deslumbrantes, a Isla Victoria brinda o viajante com pinheiros, praias desertas, água verde esmeralda e um “clima” que vai de sossegado a romântico – além de inesquecível. Além disso, ao adentrar o Bosque de Arrayanes, os visitantes entram em contato com uma vegetação típica, parecida com que encontramos em filmes e livros de personagens em quadrinho.

Cassino

Já para quem gosta de jogos, a visita ao Cassino é uma ótima opção – e com entrada gratuita. Localizado no Centro de Bariloche, o turista encontra no Cassino diversas opções de jogos, que incluem: Poker, Roleta, Baccarat e Black Jack, por exemplo.

Centro Cívico

Outra opção é o Centro Cívico, que traz um ambiente aconchegante para um passeio – seja de dia ou à noite. Com edificações feitas em pedra, associado ao monumento dedicado a Julio Roca e à bandeira da Argentina, o visitante encontra um cenário ideal para marcar sua passagem por Bariloche. Entre as ruas Mitre e Libertad, os viajantes tem a oportunidade de tirar as fotos com os tão famosos cachorros gigantes da raça São Bernardo.

Montanhas e hotelaria

Por fim, mas não menos importante, as montanhas abrigam uma experiência inesquecível, como guardiãs da cidade. Elas protegem, rodeiam e transformam a região em um dos destinos turísticos mais visitados da Argentina e da região. Quem está em Bariloche não pode deixar de conhecer as montanhas imponentes e alguma das pousadas que ali estão localizadas, com uma vista privilegiada da região.

One Comment on “Outono em Bariloche: conheça 7 atrativos da cidade argentina”

Comments are closed.