JetSMART iniciará voos domésticos no Peru

A lowcost também estuda a abertura de novas rotas internacionais do país para destinos na América do Sul e no Caribe

A companhia aérea low cost, JetSMART, anuncia irá abrir voos domésticos no Peru, estabelecendo um compromisso de unir famílias peruanas e apoiar a retomada econômica do país. Com as novas rotas domésticas, a empresa planeja disponibilizar suas tarifas ultra baixas a todos os peruanos para que todos possam viajar com segurança e confiabilidade para o interior do país.

A aérea está gerenciando as licenças com as autoridades peruanas para obter a Certificação de Operador Aéreo (AOC) da Direção Geral de Aeronáutica Civil (DGAC) e, assim, cumprir com todos os regulamentos e requisitos de segurança operacional exigidos no país. O objetivo é começar a operar voos domésticos no país durante o primeiro semestre de 2021.

“A crise pela qual a indústria está passando testou a eficácia do nosso modelo ultra low cost, flexível e eficiente. Foi uma oportunidade de inovar e explorar novos negócios, diversificando nosso plano de expansão e participação na região. Por esse motivo, decidimos iniciar o processo de certificação de voos domésticos no Peru e nosso objetivo é nos tornar uma companhia aérea local”, explicou Estuardo Ortiz, CEO da JetSMART.

NOVAS ROTAS

“Acreditamos no Peru e no seu desenvolvimento. Esperamos que a recuperação da pandemia seja mais rápida nos mercados domésticos. Vemos uma oportunidade de desenvolver nosso modelo para o benefício de todos os peruanos e peruanas”, acrescentou Ortiz.

A lowcost também está considerando a abertura de novas rotas internacionais do país para destinos na América do Sul e no Caribe. No Peru, a JetSMART iniciou suas operações em dezembro de 2017 com voos internacionais entre Santiago do Chile e Lima. Depois continuou a expansão em abril de 2019 com voos internacionais que conectam a cidade de Arequipa a Santiago do Chile e, finalmente, em dezembro de 2019, inaugurou a rota entre Santiago do Chile e Trujillo, conseguindo transportar mais de 300 mil passageiros até o momento.

Um dos focos do JetSMART é promover o modelo de voos inter-regionais, ou seja, a companhia aérea busca potencializar rotas aéreas que não passam apenas por Lima, mas também cobrem outros aeroportos do país, descongestionando o tráfego aéreo da capital.

Esses e todos os voos da empresa andam de mãos dadas com os mais altos padrões de manutenção, proporcionando segurança e tranquilidade nas viagens de todos os passageiros peruanos.

PROTOCOLOS DE HIGIENE E COMBATE A COVID-19

Além disso, a companhia aérea desenvolveu um rigoroso protocolo de higiene e biossegurança chamado Compromisso SMART, que consiste em uma série de medidas consideradas antes, durante e após o voo.

Quando os passageiros fazem check-in na web, eles devem apresentar uma declaração de que não estão infectados pelo novo coronavírus e que não estiveram em contato com pessoas infectadas. A distância social será respeitada no check-in do aeroporto, de forma que os passageiros tenham o mínimo de contato possível com quem os atende. O uso de máscara será obrigatório para funcionários do balcão e passageiros. Além disso, será feita a verificação de temperatura antes do embarque no avião.

Durante o voo, vale destacar que o sistema de ar condicionado do Airbus A320 da JetSMART captura o ar fresco pela parte superior da cabine de passageiros e flui para o chão, reduzindo a possibilidade de propagação de qualquer vírus.

Parte desse ar é evacuada para o exterior por meio da válvula do sistema de pressurização do avião e outra parte entra no sistema de recirculação do ar, onde passa pelos filtros HEPA (High-Efficiency Particulate Arrestor), que são filtros de alta eficiência capazes de eliminar 99,9% de vírus e bactérias.

Ademais, o sistema é capaz de realizar a renovação completa do ar da cabine a cada 3 minutos. Isso significa que os passageiros têm 80 vezes mais ar fresco do que normalmente respiram. A Airbus certifica que esses filtros são capazes de fornecer qualidade de ar que atende aos padrões estabelecidos para as salas de cirurgia dos hospitais.

Também de acordo com as recomendações da OMS, todas as noites os aviões são submetidos a rigorosa limpeza e desinfecção, usando desinfetantes aprovados pelo fabricante da aeronave.

“A Covid-19 afetou severamente o tráfego aéreo na região. Isso nos levou a readaptar e modificar o nosso plano de expansão para a frota e continuar construindo a principal companhia aérea ultra low cost da região. Nossa proposta é simples e esperamos que, nesta etapa, seja uma contribuição positiva para a conectividade, o turismo e o emprego no Peru. Uma oportunidade se abriu no mercado com a saída de algumas operadoras e estamos prontos para aproveitá-la”, explicou o CEO da JetSMART.